GNTE no Facebook


PROJETO DE GESTÃO TECNOLÓGICA – SI/STE/SEE-MG: Gestores, NTE e Escolas

Como é do conhecimento de todos, não só o Governo de Minas, como o Federal e o Municipal, vem, há algum tempo, investindo em equipamentos para ampliação do uso das Tecnologias nas práticas pedagógicas. Os investimentos são altos em implantação de salas de informática, distribuição de equipamentos a alunos e professores, bem como em programas de formação continuada de professores para que possam fazer uso das tecnologias.

Para que estas ações efetivamente influenciem no cotidiano da escola, convidamos a Equipe dos NTEs para conhecer o novo Projeto de Gestão Tecnológica da Superintendência de Tecnologias Educacionais – STE, denominado “Projeto Gestores, NTEs e Escolas”.

Adiantamos que este novo planejamento de trabalho terá como base ações participativas e colaborativas, com objetivo de estreitar, otimizar, agilizar e modernizar os processos de trabalho dentro do contexto tecnológico das escolas estaduais de Minas Gerais.


PROJETO GESTORES NTEs e ESCOLAS

Demandas e propostas tecnológicas: Acompanhar todas as demandas e necessidades das Escolas Estaduais e Superintendências Regionais de Ensino, com o intuito de colaborar e ajudar na resolução do problema ou dúvida.

Mapear a situação de cada escola, visando atender suas necessidades locais: é necessário um contato contínuo com a SRE/NTE e Escolas, acompanhando a execução de todo o processo necessário para que as salas de informática. 

Planejar e traçar metas, prioridades e soluções: sabendo que semanalmente é necessário repassar a situação de cada escola, é necessário criar metodologias para obtenção das informações necessárias.

Estabelecer diálogo sobre os entraves encontrados: Criar hábitos de contatos constantes com a Regional/ Escolas e os Coordenadores dos projetos para que o processo tenha continuidade e todos tenham sucesso. 


O QUE É SER GESTOR?

Iniciativa e pró-atividade: ter iniciativa e pró-atividade dará destaque, mostra que se é engajado e quer crescer. O gestor, por sua vez, não deve se preocupar apenas com os demais gestores ou funcionários, mas com todos que existem no processo de trabalho. Portanto, agir é imprescindível para fazer os resultados aparecerem.

Controle: o gestor não pode esquecer que ele está cooperando com outras pessoas no projeto e que é possível e aceitável delegar as funções, mas não é adequado entregar todo o processo nas mãos de outros, por mais competente e confiável que sejam. Portanto, ele deve estar na frente e criar métodos que possibilite a visibilidade de todos os projetos em andamento e consiga administrar todo o processo para que ao final apresente seus resultados.

Autoconfiança: o profissional que quer coordenar um projeto necessita confiar em si mesmo para tomar decisões, arriscar e buscar novas formas de solucionar um problema que envolve vários setores.

Capacidade de reter talentos: mais do que se esforçar para manter todos os envolvidos no projeto, é imprescindível cativar e dar segurança para que eles queiram continuar no projeto e, principalmente, almejem crescer. Para isso, deve incentivar a aprender e estar próximo de todos os envolvidos para que juntos consigam o sucesso.

É importante delegar o operacional: um gestor tem como função gerenciar as ações. Assim, se este ficar se dedicando somente às questões operacionais, perderá tempo e não estará preparado para definir as melhores estratégias de trabalho e resultados que deseja.

Conexões e criatividade: o gestor deve estar atento às inovações e mudanças do mundo. Saber aplicar essas inovações ao cotidiano e ao seu campo de atuação pode levar a um retorno imediato.

Aprendizagem contínua: é necessário que se verifique as características necessárias e buscar aprender e se desenvolver, para aprimorar o trabalho com o conhecimento adquirido.

Capacidade de mediar e resolver conflitos: o gestor deve saber ouvir e mediar os conflitos logo que eles surjam, mas sem tomar partido e buscar que as respostas para os conflitos ocorram naturalmente, trazendo ganhos para corporação. Também deve ter uma postura racional evitando reações que prejudiquem o trabalho. Discussões ríspidas e muito emocionais devem ser controladas.

Sejam bem vindos!